5 dicas de segurança para praticar em condomínios comerciais

Segurança é sempre uma das prioridades em todos os condomínios comerciais. Quem não deseja estar sempre tranquilo, sabendo que seu estabelecimento e funcionários não correm perigo algum, não é mesmo?

Diferentemente das regras dos condomínios residenciais, os comerciais precisam de uma atenção diferenciada na segurança, pois há maior fluxo de pessoas no local, os danos causados serão maiores e comprometem a reputação do estabelecimento.

Com as 5 dicas que trazemos neste post, o condomínio com certeza se tornará mais seguro em todos os sentidos! Confira-as!

1. Contratar funcionários especializados

Funcionários que são especializados em segurança são a melhor opção para contratação. Eles são treinados para saber como agir em uma situação emergencial, instruir os civis e demais funcionários e reduzir quaisquer danos causados.

Se o serviço de funcionários for terceirizado, é recomendável a busca por uma terceirizadora que ofereça trabalhadores bem treinados e experientes, para que realizem um trabalho profissional.

2. Fazer um planejamento da estrutura física do ambiente

Há inúmeras observações a serem feitas quanto ao ambiente físico. Primeiramente deve-se garantir a segurança quanto à estrutura para evitar desabamento, deslizamento, enchente e outros desastres, mas só é possível verificar a integridade do local com um serviço técnico especializado, como o de um engenheiro.

Além do citado, também se faz necessário conferir a estrutura das portas, janelas e se outras entradas são seguras, para evitar arrombamento, furtos entre outros crimes. No ambiente, confira a integridade do local, planeje rotas de fuga, em caso de necessidade, remaneje os seguranças de forma que cubram as entradas e saídas.

3. Investir em segurança eletrônica

O sistema de segurança eletrônico sempre será mais fácil, ágil e seguro do que aquele completamente físico. Câmeras de segurança, alarmes, travas automáticas, sensores que automaticamente acionam a polícia etc., permitem uma resposta instantânea para tentativas de crimes. Bem como evitar a ocorrência de incidentes, visto que são capazes de barrar tentativas de assaltos ou furtos.

4. Conscientizar os demais condôminos quanto à segurança

Será de grande auxílio se todos os comerciantes também prezarem pela segurança do estabelecimento, pois a ação conjunta reduz extraordinariamente as brechas para crimes em comparação a atos apenas individuais.

Conscientize todos os envolvidos no condomínio quanto ao cuidado com indivíduos suspeitos, para entenderem como funciona a segurança eletrônica e a manter um bom relacionamento com os funcionários.

5. Adotar procedimentos de emergência

Mesmo com todos os cuidados tomados, é possível que ocorram eventuais emergências, e é justamente para estas situações inevitáveis que é essencial adotar um procedimento emergencial seguro e eficaz. Mantenha sempre telefones úteis por perto, como da polícia e bombeiros e prepare e retire obstruções das saídas de emergência.

Com o uso da segurança eletrônica, também é possível criar uma senha nas portarias que alerte a força policial sem que os criminosos percebam, se o caso for de rendição. Porém, para que os envolvidos no condomínio sigam o procedimento de segurança, eles devem ter um treinamento prévio ou ser informados de todos os detalhes do processo.

As dicas acima são vitais para aumentar a proteção dos condomínios comerciais e seus integrantes, porém, como explicado, é essencial que todos sejam informados dos procedimentos de segurança. Se todos seguirem as orientações deste post, você terá muito mais tranquilidade em seu trabalho!

As informações deste post são extremamente importantes! Por isso não deixe de compartilhar com seus amigos nas redes sociais!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo