4 dicas para uma gestão de fornecedores eficiente

Você sabia que uma boa gestão de fornecedores maximiza o desempenho da empresa? Ela é muito importante, pois reflete em todas as etapas do negócio. Um controle ruim do fornecimento gera impactos negativos nos gastos, prazos de entrega e no andamento do trabalho nos setores que necessitam dos produtos para operar.

Saber como otimizar a gestão e garantir um resultado mais alinhado com as expectativas da empresa, permite gastar menos tempo com o processo de fornecimento e diminuir o retrabalho.

Por isso, apresentamos 4 dicas indispensáveis para você realizar uma gestão eficiente dos fornecedores no seu negócio. Confira!

4 dicas para aumentar a eficiência da gestão de fornecedores

Conhecer a operação de gestão de fornecedores por completo permite obter os melhores preços e resultados finais na aquisição de produtos ou, até mesmo, na terceirização de serviços.

Conheça, a seguir, como controlar esse processo, gerando eficiência e aprimoramento:

1. Faça um planejamento estratégico das necessidades

O planejamento garante maior controle sobre a operação, otimizando o processo de gestão. Considerar os fatores corretos antes de tomar as atitudes para encontrar e administrar fornecedores, garante resultados mais positivos.

Mas quais fatores devo considerar no meu planejamento? Antes de tudo, conheça os objetivos da empresa: saber qual o propósito e as prioridades da organização com o fornecimento de mercadorias. É preciso entender se deve encontrar produtos mais baratos, com boa durabilidade, pagamento parcelado ou outros pontos principais.

Desse modo, você garante que os fornecedores estão dentro do perfil que o negócio procura. Assim, é possível manter uma lista de locais onde pode encontrar o que precisa.

2. Realize monitoramentos constantes

Monitorar o processo de fornecimento como um todo permite que se melhore o desempenho da tarefa constantemente. Para isso, é preciso acompanhar tanto os fornecedores quanto o mercado.

Ao supervisionar o fornecimento, avalie periodicamente o desempenho dos produtos, do atendimento e se os prazos foram cumpridos corretamente pelos fornecedores. Isso ajuda a entender se as expectativas da sua empresa estão sendo atendidas durante o abastecimento.

Por outro lado, ao supervisionar o mercado, acompanhe os preços que estão sendo cobrados para saber se não está pagando muito caro por um produto. Essa etapa também é importante para encontrar fornecedores de qualidade, com custos mais interessantes para a empresa.

3. Construa uma relação de parceria com os fornecedores

Trabalhar em conjunto com os fornecedores é essencial. Isso faz toda diferença durante as negociações, pois devem ser vantajosas para ambas as partes envolvidas.

Desse modo, maior flexibilidade e acordos podem surgir durante a compra de um produto ou serviço. Um relacionamento positivo com os fornecedores, facilita todo o processo de aquisição.

4. Invista em tecnologias para automatizar os processos

Também é possível automatizar o processo de fornecimento por meio de um software de gestão empresarial. Com essa ferramenta, você pode registrar todos os fornecedores, obter dados para avaliar o fornecimento, observar e planejar as necessidades do estoque.

Tudo isso pode ser feito a partir de qualquer dispositivo, como smartphone ou tablet, e de qualquer lugar. Isso otimiza o tempo gasto durante a procura e auxilia na avaliação dos serviços prestados por outras empresas.

Seguindo essas etapas simples, a gestão de fornecedores fica mais organizada e o processo de compras se torna mais simples de ser executado. Por isso, investir na otimização da administração da empresa é essencial, pois impacta em todos os setores do seu negócio.

Gostou do artigo? Então, deixe seu comentário no post e contribua para o debate!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo