Como é a atualização de salários de profissionais terceirizados?

Funcionários desmotivados com elevado número de faltas, altos gastos relacionados ao treinamento de pessoal e, além disso, você anda muito atarefado para perder tempo com essas questões, pois precisa aumentar sua produtividade e ainda manter pleno controle sobre as despesas.

Pode ser que a saída seja investir em profissionais terceirizados, pois há inúmeras vantagens e, consequentemente, você administrará melhor o seu tempo e garantirá que as atividades operacionais sejam executadas de maneira impecável e com custos reduzidos.

Afinal, o que é terceirização? De pronto, é possível afirmar que a Lei nº 13.429/2017 trouxe inúmeras novidades a respeito dela. Mas quanto ao conceito, em breves linhas, a terceirização é o procedimento pelo qual uma empresa transfere a responsabilidade de certas atividades — como a segurança, portaria e limpeza, por exemplo — para outra empresa.

O objetivo desse texto é um pouco mais específico, pois explicaremos como funciona a atualização salarial dos funcionários terceirizados. Para isso, abordaremos dois pontos fundamentais: as formas de reajuste e quem é responsável por ele. Confira!

As formas de reajuste

Os reajustes não são automáticos e, por isso, é possível listar 3 formas para chegar ao valor deles.

1. Acordo coletivo de trabalho

Trata-se de uma negociação entre a empresa ou o patrão e o sindicato da categoria do empregado. Esse acordo tem eficácia única e exclusivamente entre as partes que concordaram com ele.

2. Convenção coletiva de trabalho

A convenção, diferentemente do acordo, atinge todas as relações de trabalho representadas pelos sindicatos envolvidos. Isso ocorre porque ela poderá ser celebrada apenas entre o sindicato patronal e o sindicato trabalhista;

3. Dissídio 

Surge das discordâncias entre o sindicato que representa os empregados e o empregador que os levam à Justiça do Trabalho. Assim, tal reajuste é conferido por meio de uma decisão judicial. Nessa hipótese, a sentença será aplicável a todos os trabalhadores vinculados ao sindicato em questão.

O responsável pelo reajuste salarial dos profissionais terceirizados

A regra geral é que a responsabilidade pelo reajuste dos salários dos profissionais terceirizados — assim como os encargos fiscais advindos da relação trabalhista, por exemplo — seja da empresa terceirizadora.

No entanto, esse ponto poderá ser modificado por meio do contrato celebrado entre a empresa terceirizadora e a tomadora de serviços. Aqui, é preciso deixar claro que é na avença que será fixado a quem pertence o ônus do reajuste de salários de profissionais terceirizados.

Ainda não está convencido sobre a eficácia da terceirização? Perder tempo para resolver todos os problemas relacionados à operação da empresa, que vai desde a troca de lâmpadas ao staff faltante não é um bom negócio. Contar com o serviço de equipes terceirizadas é uma ótima estratégia para reduzir o tempo despendido para realizar as substituições necessárias ao bom andamento da sua empresa.

A reposição de funcionários e colaboradores faltantes em, no máximo, duas horas e meia, assim como a supervisão constante das tarefas dos terceirizados garante os melhores resultados para o seu negócio. Não ter que se preocupar com o treinamento de mão de obra e contar com suporte para as questões de RH também são fatores que você deve levar em consideração.

Gostou das dicas sobre a atualização do salário dos profissionais terceirizados? Então baixe agora mesmo o Guia definitivo para gerenciar equipes terceirizadas e tire todas as suas dúvidas sobre a contratação de profissionais terceirizados!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo