Como melhorar a gestão de academias em 2019?

A quantidade de academias explodiu no Brasil nos últimos anos. Diante de um mercado tão concorrido, é fundamental que os empreendedores, para criar diferenciais competitivos, aprendam como fazer uma boa gestão de academias.

Em relação às academias, existem técnicas específicas que garantem a boa gestão e trazem os resultados esperados. Se você deseja saber quais são elas, leia este artigo no qual explicamos como a tecnologia tem um papel fundamental nesse objetivo e, logo depois, as 4 principais dicas de gestão desse negócio!

As vantagens de investir em tecnologia

Quem gerencia uma academia sabe que é difícil controlar as mensalidades ou anuidades, prazos para trocar os treinos, entre outras tarefas de cada um de seus clientes. É possível que ocorram atrasos, confusões e esquecimentos, resultando em prejuízos.

Isso pode ser evitado com a aplicação de tecnologias, sobretudo na implementação de um software de gestão. Esses são programas que automatizam diversas atividades puramente burocráticas, como a realização de cálculos, prestação de contas etc. O programa faz automaticamente:

  • alerta por SMS ou WhatsApp sobre vencimentos para cada aluno;
  • cobrança automática do cliente, se acordado entre as partes;
  • acesso à ficha de treino personalizada pelo cliente por celular;
  • novas formas de pagamento, como cobrança de cartão de crédito, boleto etc.

Cobrar de um aluno é muito desconfortável para ambas as partes. Uma forma de melhorar esse momento é justamente deixá-lo mais automatizado. Ainda há outras ferramentas modernas que podem ser instaladas e trazem mais benefícios, como:

  • catracas automáticas, que permitem entrada por reconhecimento biométrico (impressão digital);
  • aparelhos com peso automático, bastando digitar o valor do peso.

Tudo isso gera vantagens competitivas sobre os demais concorrentes de mercado que não adotam a mesma tecnologia.

As 4 principais dicas de gestão de academias

1. Estabeleça seu público-alvo

O primeiro passo é estabelecer o seu principal público-alvo. São vários tipos de clientes atendidos pela academia, desde as pessoas mais casuais, que apenas querem se manter em forma, até os profissionais mais dedicados aos treinos, como bodybuilders. Alguns aspectos a serem considerados são:

  • poder aquisitivo: para que você consiga definir o preço dos serviços;
  • faixa etária: identifique se os seus clientes serão jovens adultos ou pessoas mais idosas. Isso permite que você adeque os aparelhos para atendê-los mais especificamente;
  • necessidades: se os clientes desejam ter instrutores da própria academia ou se preferem contratar treinadores pessoais.

É importante considerar também a localização do seu negócio. As pessoas tendem a optar pelas academias próximas de sua residência ou local de trabalho. Por isso, conheça o perfil dos moradores de bairros próximos.

2. Invista no pós-venda

A academia é um negócio que sobrevive com a continuidade dos clientes nela. Não basta que o gestor preze pela aquisição de usuários: é preciso investir no pós-venda para fidelizá-los.

O administrador deve manter os aparelhos conservados, ter um bom relacionamento com os seus clientes, fornecer promoções tanto para novos clientes quanto para os antigos, entre outros atos que façam com que eles prefiram seu negócio.

3. Colete feedbacks de clientes

Essa é uma dica valiosa que não é aplicada por muitos gestores. Como é bastante importante que os clientes permaneçam na academia, a forma mais adequada de fazê-lo é requisitar por opiniões, críticas construtivas e pedidos dos seus clientes.

Para isso, você pode pedir opinião pessoalmente, usar o software de gestão e solicitar feedback por SMS ou WhatsApp, deixar uma caixa para que pessoas enviem pedidos anonimamente etc.

4. Mensure os resultados

Por fim, lembre-se de mensurar os impactos de suas decisões para se certificar que os resultados desejados estão sendo alcançados ou não. Você pode usar indicadores de desempenho (KPI), índices aplicados antes e após as mudanças na academia.

Um exemplo é a taxa de retenção de clientes. Faça mudanças para aumentar a fidelidade e realize mensuração novamente após algum tempo, como um ou dois meses, verificando quantas pessoas saíram no período. Assim, você saberá se conseguiu reter mais pessoas com a estratégia.

A gestão de academias é mais importante que muitos pensam, mas graças às nossas dicas aqui expostas, você conseguirá desenvolver diferenciais competitivos e se destacar nesse mercado!

Lembre-se de compartilhar este artigo nas redes sociais! Afinal, outros gestores podem aproveitar do conteúdo. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo