Gestão de academias: quais melhores práticas e como facilities ajudam?

Se você é responsável pela gestão de academias, sabe que esse é um setor crescente no Brasil e, portanto, tem bastantes oportunidades. Porém, é necessário tomar vários cuidados para evitar a ocorrência de erros que possam comprometer a competitividade do seu empreendimento no mercado.

Para auxiliá-lo e garantir a sobrevivência do negócio e seu desenvolvimento saudável, expomos a real importância de exercer uma boa gestão no ramo de academias e as melhores práticas que devem ser seguidas. Confira!

Qual a importância da boa gestão de academias?

Assim como em qualquer negócio, uma academia precisa de uma boa gestão que objetive seu desenvolvimento. Nesse ambiente, há um fluxo considerável de pessoas, assim sendo, deve existir a constante manutenção nos aparelhos.

Além disso, é preciso preservar o local limpo e confortável, contratar instrutores qualificados e oferecer preços acessíveis, caso contrário os clientes ficarão insatisfeitos com o estabelecimento e descontratarão o serviço, o que pode levar o negócio à falência.

Percebe-se que gerir bem a academia é muito importante para a sua sobrevivência no mercado, mas também não é uma tarefa fácil. Mas fique tranquilo, nos tópicos abaixo explicamos as melhores práticas para garantir a boa gestão!

Quais são as melhores práticas de uma boa gestão?

Planejamento estratégico

Esse planejamento é um conjunto de estratégias, táticas e metodologias que estruturam a empresa e criam objetivos a longo prazo. O negócio desenvolve diferenciais competitivos e consegue se destacar perante os concorrentes. Entre alguns recursos utilizados, estão:

  • integração da equipe: promover sua motivação e aumentar a produtividade;
  • análise SWOT: identificam-se as forças, as fraquezas, as oportunidades e as ameaças da empresa;
  • estudo de mercado: tanto dos concorrentes quanto dos clientes;
  • projeção de cenários: antever cenários otimistas, realistas e pessimistas em que a empresa se encontrará.

Controle de finanças

Administrar as finanças é fundamental para que a academia funcione, pois é possível que o gestor pense que o negócio está indo bem, mas na realidade está com baixos lucros ou terminando no vermelho. Para equilibrar os gastos, identifique as despesas considerando:

  • remuneração dos colaboradores;
  • contas de água, luz, aluguéis etc.;
  • manutenção do espaço e dos equipamentos;
  • serviços diretos;
  • serviços indiretos;
  • materiais de consumo (de escritório, limpeza etc.);
  • marketing e publicidade;
  • impostos e taxas.

Também contabilize as seguintes receitas:

  • taxa de adesão dos clientes;
  • mensalidades recebidas;
  • taxa de personal training.

Ao separá-las, você pode identificar quais são os gastos desnecessários para eliminá-los e em que área estão as maiores despesas — pense em como reduzi-las. Também é possível identificar as receitas e maximizá-las.

Medição de resultados

Utilize indicadores de desempenho para averiguar se os resultados estão sendo os desejados. Sem esse recurso, o gestor não consegue saber os ganhos exatos dos investimentos, também não é possível entender se as mudanças foram decorrentes de seus atos ou de fatores alheios.

Alguns exemplos de indicadores aplicáveis às academias são:

  • indicador de lucratividade;
  • taxa de crescimento dos clientes;
  • taxa de fidelização de clientes;
  • valor do ticket médio;
  • taxa de satisfação com as instruções dos personal trainers;
  • retorno sobre investimento (ROI).

Investimento em facilities

A terceirização de facilities é uma tendência para negócios de diferentes ramos. Trata-se da contratação de uma terceirizada que cuidará das atividades de limpeza, segurança, manutenção, cuidados com áreas externas e até administração.

Essa é uma opção muito mais vantajosa que realizar contratações diretas desses serviços, pois não é necessário criar processos seletivos, arcar com encargos trabalhistas e com outras complicações. A academia apenas pagará o valor contratado com a terceirizada. Também há vários benefícios, como:

  • redução nos custos operacionais (aqueles necessários para manter as operações);
  • simplificação da contratação de funcionários;
  • flexibilidade de pessoal;
  • qualidade de trabalho em razão de uma equipe competente;
  • menor investimento com gestão de pessoal;
  • foco na atividade principal do negócio com mais eficiência;
  • menos gastos com tecnologia e equipamentos.

São várias práticas que garantem a boa gestão de academias. Com as estratégias deste artigo, você poderá garantir o desenvolvimento saudável do negócio até mesmo em tempos de crise econômica.

Se quer conhecer mais sobre a terceirização de serviços e aproveitar suas vantagens, entre em contato conosco!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo