Eficiência energética na indústria – Saiba como e por que alcançar

operario soldando metal com equipamento de proteção

Melhorar a eficiência energética na indústria tem sido um desafio para muitos empresários. Portanto, ao economizar energia, a indústria reduz seus custos operacionais. E também diminui as emissões de carbono e mostra ao público que é uma empresa ambientalmente consciente, por exemplo.

Alguns proprietários temem ter que fazer grandes investimentos para comprar tecnologia verde. No entanto, as soluções energeticamente eficientes são geralmente baratas de implementar. Muitas vezes, precisando apenas de um simples raciocínio.

Neste artigo, você vai conhecer as vantagens de investir em boas práticas. Tudo para enfrentar os principais desafios econômicos e ambientais do consumo energético na indústria. Vamos lá?

Os benefícios de melhorar a eficiência energética na indústria

A economia de dinheiro é uma das principais razões pelas quais muitas indústrias começam a cultivar uma cultura de conservação energética. No entanto, essa não é a única razão.

Menos eletricidade usada significa menos queima de combustíveis fósseis. De um lado, grande parte da eletricidade utilizada no Brasil seja proveniente de hidrelétricas. Por outro lado, algumas indústrias são dependentes do carvão mineral e do gás natural.

Os combustíveis fósseis não são fontes renováveis e, quanto mais eletricidade consumimos, mais rapidamente esses recursos serão esgotados. Além disso, elas não são fontes limpas de energia. Uma melhor eficiência energética pode ajudar a diminuir a poluição e reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

Os exemplos de boas práticas para economizar energia

Os desafios únicos enfrentados pelas empresas de manufatura podem parecer dificultar a eficiência energética. Geralmente, sistemas automatizados e processos são executados 24 horas por dia. O que significa que os maquinários estão constantemente ligados e não podem ser desligados.

No entanto, existem maneiras que podem fazer grandes diferenças no consumo de energia e nos custos de manutenção envolvidos na operação desse equipamento o tempo todo. Veja algumas delas!

Realizar uma avaliação do consumo para maior eficiência energética na indústria

A primeira etapa é estabelecer uma visão documentada do uso de energia nos níveis de instalação, produção e, eventualmente, de produto da empresa.

Sem avaliar os dados de uso de energia das instalações, é improvável que uma empresa reduza os custos por meio do consumo de energia aprimorado. Também, é menos provável que sejam tomadas medidas analíticas e benéficas de examinar o uso de energia de equipamentos. E também linhas de produção e áreas de trabalho e fazer as devidas manutenções prediais ou atualizações.

As empresas devem monitorar e avaliar constantemente o consumo de energia para conhecer a demanda e o impacto ambiental de uma instalação durante um período de tempo e como essa demanda (e os custos associados a ela) variam de acordo com o que ocorre na fábrica.

Mesmo simples, modelos baseados em planilhas para monitoramento de instalações podem oferecer muitos benefícios.

Reavaliar o projeto de iluminação

O processo de design de iluminação envolve identificar os requisitos, determinar o método de iluminação, selecionar os equipamentos, calcular os parâmetros e determinar o sistema de controle de luz.

Quando você entender o impacto desses fatores, será possível determinar os melhores esquemas de iluminação para sua indústria, tornando-a mais eficiente sob o ponto de vista energético.

Também é importante considerar diferentes tipos de tecnologias para reduzir o uso de energia, como lâmpadas de LED, temporizadores e dimmers. Dessa forma, é possível obter eletricidade para iluminação de fontes de energia renováveis, como a energia solar.

Utilizar controladores de velocidade

Com bilhões de motores usados em todo o planeta, 65% do uso de energia elétrica industrial é devido a motores elétricos, que são encontrados em todos os setores da empresa, como bombas, elevadores, transportadores, ventiladores, entre outros.

Diante isso, as unidades de velocidade variável são extremamente econômicas. Isso quando se trata de minimizar a energia necessária para motores elétricos. Por isso, esses dispositivos controlam a velocidade e o torque de um motor. Assim, isso significa que eles podem reduzir suas necessidades de energia quando o motor não precisa operar a toda velocidade.

Dessa forma, os líderes das indústrias precisam estar cientes dessas opções e das economias possíveis com muito pouco investimento ou esforço. Por isso, adotar soluções em eficiência energética na indústria significa a forma como a indústria se manterá competitiva e bem-sucedida no mercado.

E então, curtiu as boas práticas para melhorar a eficiência energética na indústria? Quer receber mais materiais como este? Curta nossa fanpage no Facebook! Até a próxima!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo