Fique por dentro dos melhores cursos de facilities do mercado

O mercado brasileiro está em constante transformação, e a forma como nos comunicamos, trabalhamos e vendemos se transforma diariamente. Nesse sentido, do comércio eletrônico ao home office, são muitas as modificações no comportamento e na carreira. Sendo assim, uma evolução importante ocorreu na rotina dos especialistas que fazem o curso de facilities.

O curso apresenta diversas funções táticas, e é pretendido nas áreas estratégicas das empresas. Apesar de o gerenciamento de facilities se destacar em momentos de crise econômica, ele não se reduz a esses períodos, especialmente sob o ponto de vista da empregabilidade.

 Continue a leitura e fique por dentro dos melhores cursos de facilities do mercado!

O que um curso de facilities aborda?

É importante destacar que o curso de gerenciamento de facilities ensinará os colaboradores a importante questão de atualização técnica e tecnológica dos ambientes, além de mostrar de que maneira é preciso analisar e indicar a implantação de soluções inovadoras, sistemas inteligentes e equipamentos associados, conforme a infraestrutura e as instalações das edificações aos padrões mais modernos presentes e respeitando toda a legislação vigente.

Quais os melhores cursos de facilities no mercado?

O trabalho do gerente de facilities é amplo, englobando várias áreas do conhecimento. Desse modo, cada vez mais, as organizações exigem uma formação aprofundada da área, dado que esses especialistas têm assumido uma posição mais estratégica nas instituições. Assim sendo, confira os melhores cursos de facilities no mercado!

Senai

O curso proporcionado pelo Senai tem duração de 18 meses. Nele, o profissional tem a chance de se aprofundar de maneira elevada, contemplando atuação de terceiros, logística, operação e compreensão de documentação de projetos.

Nesse contexto, o curso ajuda na ampliação do conhecimento do gestor, ocasionando a oportunidade de associar o conhecimento técnico à experiência obtida durante o período de atuação na área. Confira as principais matérias trabalhadas durante sua formação:

  • Gestão aplicada à manutenção;
  • Manutenção eletrônica;
  • Gestão de pessoas;
  • Gestão de terceiros;
  • Manutenção elétrica e SPDA;
  • Gestão de infraestrutura predial;
  • Gestão de projetos;
  • Gestão de logística e operação.

USP

O curso de facilities apresenta carga horária de 384 horas, e seu principal objetivo é buscar o alinhamento de toda a infraestrutura com os métodos da empresa, fazendo com que as áreas tática, operacional e estratégica compreendam e tenham os mesmos propósitos.

Dessa maneira, o curso da USP trata, principalmente, dos problemas das edificações, em paralelo com o gerenciamento de crises e riscos. Esses tópicos quase se confundem, já que várias situações de crise e risco são, na realidade, efeitos de sintomas não encontrados pela instituição.

Sendo assim, o objetivo do gerente de facilities é aumentar a visão e informações da formação da estrutura predial, com o intuito não somente de agir corretamente em contingências, mas também de preveni-las. Confira algumas disciplinas da grade curricular:

  • Tecnologia e patologia das edificações;
  • Alinhamento da infraestrutura com as estratégias da empresa;
  • Inovações tecnológicas em sistemas prediais;
  • Gerenciamento em sistemas prediais;
  • Logística reversa;
  • Canais de distribuição.

Para escolher o melhor curso de facilities é necessário realizar uma pesquisa de mercado para saber qual oferece a especialização de acordo com sua necessidade e perfil. Assim sendo, avaliar a grade curricular do curso é primordial para certificar que a escolha está sendo correta e atende às necessidades do seu cargo.

Gostou do nosso post? Então, veja também o nosso artigo sobre como montar um planejamento estratégico de TI eficaz!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo