Confira 5 dicas para uma boa limpeza de fachadas em condomínios

A limpeza de fachada é uma das tarefas mais complicadas para os administradores de empresas e condomínios, pois o ato é perigoso, custoso e deve ser executado com muito cuidado. Porém, uma fachada limpa proporciona uma imagem muito mais vistosa e admirável do edifício.

Apesar das complicações, algumas observações podem tornar o trabalho mais fácil e prático. A seguir, explicamos 7 dicas de como realizar uma boa limpeza na fachada, os motivos pelos quais é importante fazer a limpeza adequada, quais problemas são evitados com a limpeza regular e, no fim, as vantagens de contratar uma empresa terceirizada para o trabalho! Acompanhe!

Quais são as 7 dicas para realizar uma boa limpeza na fachada?

1. Utilize equipamentos adequados

Uma grande variedade de materiais pode ser utilizada para a construção de fachadas, como cerâmica, concreto, partilhas, pedras, entre outros. Cada um desses itens apresenta peculiaridades e distinções. Por essa razão, é necessário observar qual foi utilizado e aplicar os produtos de limpeza corretos para cada um deles. A inobservância desse detalhe pode comprometer a estética do prédio, danificando ou desgastando a fachada.

2. Conheça o tipo de produto ideal

Antes de fazer limpeza das fachadas, é relevante saber que existem duas categorias de produtos que podem ser usados: os alcalinos e não alcalinos. Os primeiros removem partículas com mais facilidade e são usados para limpar alvenarias e pastilhas, já que são superfícies mais resistentes e onde a sujeira tem maior tendência de acumular.

Os produtos não alcalinos são mais neutros, como o detergente neutro. Eles são indicados para limpeza de materiais mais delicados, como vidros e placas de alumínio. Esse tipo de produto evita que danos sejam causados à fachada.

3. Tenha cuidado com a segurança

A fachada é o local mais perigoso para se efetuar uma limpeza. Para evitar a ocorrência de acidentes, o Ministério do Trabalho emitiu uma norma de segurança específica para trabalhos em altura (NR35), e a sua observância é obrigatória tanto pelo empregador quanto pelos contratados.

Entre as exigências estão o fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs) e a certificação específica de que os funcionários foram capacitados nessa modalidade de limpeza. Além disso, dependendo da altura do prédio, é necessário utilizar técnicas diferentes para garantir a segurança dos envolvidos.

Para as construções com mais de nove metros de altura, faz-se necessário o uso de equipamentos de alpinismo industrial ou andaimes. Porém, a construção do prédio também pode influenciar na técnica utilizada, pois a sua arquitetura pode não possibilitar a instalação de andaimes.

4. Estruture uma programação para a limpeza

Assim como as demais modalidades de limpeza, a manutenção da fachada deve ser bem pensada e previamente programada. Recomenda-se que a limpeza seja feita a cada três anos.

Porém, esse período pode variar com o material utilizado para a sua construção ou da região em que o estabelecimento se encontra. Caso a localidade sofra com chuvas constantes, venham acompanhadas de granizo ou a rua do local ainda não seja pavimentada, será necessário executar a limpeza com mais frequência.

5. Saiba o que a legislação diz sobre a limpeza de fachada

Há vários dispositivos legais que impõem regras sobre as fachadas de condomínios. O Código Civil brasileiro, no artigo 1.348, prevê que compete ao síndico a conservação e o zelo pelas partes comuns do edifício, e nesse conceito se inclui a fachada do prédio.

O artigo 10 da Lei dos Condomínios (Lei n.º 4.591/64), também trata do tema, estipulando que é vetado aos condôminos efetuar qualquer alteração na fachada do condomínio.

É excepcionalmente importante saber que cada município pode estipular as suas próprias normas sobre ao assunto. Um exemplo é a cidade de São Paulo, que impôs o prazo de máximo de 5 anos entre as manutenções das fachadas. Dessa forma, é importante que seja feita uma pesquisa sobre as leis municipais de sua localidade antes de efetuar qualquer limpeza.

6. Contrate uma empresa especializada

Diante de tantas complicações, normas, riscos e custos, é inviável exigir que o síndico do condomínio conheça todos esses detalhes e se torne um profissional sobre manutenção de fachadas. Mas você pode burlar toda essa burocracia simplesmente contratando uma terceirizada especializada em limpeza.

Ao fazê-lo, além de facilitar o seu trabalho, as chances de ocorrerem erros e acidentes são quase nulas, pois essas empresas são experientes e contam com profissionais capacitados especificamente para realizar esse serviço.

7. Tenha atenção à acessibilidade

Estudar a acessibilidade ao telhado é muito importante para a limpeza de fachada. Muitos prédios já têm pontos para fixar os balancins, facilitando o apoio dos alpinistas industriais, mas nem todos pensam assim, sendo preciso planejar a instalação ou tomar outras medidas para garantir o acesso seguro à fachada.

Além disso, é relevante considerar a questão do trânsito abaixo da fachada. O mais adequado é isolar a área para evitar que materiais químicos, objetos ou água caiam sobre pessoas e veículos.

Por quais motivos é importante fazer a limpeza adequada da fachada?

A limpeza adequada é crucial para a manutenção da qualidade de vida dos moradores, já que evita diversos problemas e garante vários benefícios aos proprietários. Entenda os principais motivos para investir nessa atividade:

  • ambiente seguro:  evita o desgaste da fachada e que partes dela caiam no chão ou sobre pessoas;
  • estética: mantém a beleza da frente do prédio, garantindo a sua valorização;
  • redução de prejuízos à saúde: evita criação de mofo, acúmulo de sujeira e atração de animais ou insetos que transmitem doenças infecciosas, contribuindo para a saúde dos moradores;
  • conservação e aumento da vida útil: minimiza o desgaste natural de todo o prédio, o que garante sua valorização.

Quais são os problemas que podem ser evitados com a limpeza regular da fachada?

Rachaduras

Os funcionários podem aproveitar a limpeza e procurar por rachaduras no prédio para posterior manutenção. Além de comprometer a estética, as rachaduras impactam a estrutura e podem se espalhar pelo prédio.

Infiltrações

As infiltrações são um problema estrutural grave, já que comprometem o revestimento do prédio (causando manchas, queda de pastilhas etc.) como também impactam o interior do prédio, o que facilita o estufamento da parede, o surgimento de mofo etc.

Danos à vidraça

Existem diversos prédios com fachadas inteiras de vidro, mas se trata de um material que requer cuidados especiais. Será preciso assegurar uma limpeza periódica e eficiente, isso evita trincas, infiltrações e manchas e contribui para a manutenção de sua beleza.

Quais são as vantagens de contratar uma empresa terceirizada para o serviço?

É essencial contratar uma empresa terceirizada para realizar a atividade, já que isso garante amplos benefícios como:

  • profissionalismo: profissionais experientes e qualificados quem garante uma execução bem feita do serviço;
  • economia: menores custos envolvidos, já que não há contratações diretas;
  • segurança: os profissionais usam corretamente os equipamentos;
  • foco: possibilidade de se concentrar nas demais atividades do condomínio.

A limpeza de fachada é muito complexa, sendo necessário observar técnicas, produtos e equipamentos de segurança específicos para cada condomínio. Para garantir a qualidade do serviço, é importante optar pela terceirizarão da limpeza.

Confira nossas redes sociais e fique de olho no restante de nossas publicações! Estamos no Facebook!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo