Faça a redução de custos administrativos seguindo estas 4 dicas!

faca-a-reducao-de-custos-administrativos-seguindo-estas-4-dicas.jpeg

Para maximizar os lucros, uma empresa precisa encontrar novas formas de conduzir os seus processos, de modo a reduzir seus custos sem, no entanto, prejudicar o desempenho. Para tanto, uma boa alternativa é replanejar aquelas ações que não estão diretamente ligadas aos produtos ou serviços prestados por ela.

Sabendo disso, decidimos falar no post de hoje quais são esses gastos, além de apresentar dicas práticas para que você viabilize a redução de custos administrativos na sua gestão. Confira!

O que são custos administrativos?

Os custos administrativos, também chamados de custos operacionais, são aqueles gastos que não se relacionam diretamente com a missão da empresa — ou seja, não fazem parte do processo de fabricação dos produtos ou da prestação de serviços —, mas que são importantes para que ela se realize.

No caso da gestão de facilities, boa parte dos gastos é dessa ordem. Em um hospital, por exemplo, a missão é tratar os pacientes e não garantir a higiene ou a segurança do hospital. No entanto, sem higiene ou segurança, o cumprimento da missão do hospital se compromete de várias formas.

Por conta disso, a redução dos custos administrativos é uma tarefa importante do gestor de facilities.

Como promover a redução de custos administrativos?

Para diminuir esses gastos, há quatro dicas essenciais. Veja só!

1. Mapeie os processos da facility

Primeiro, é muito importante ter em mente quais são os processos geridos por você e sua equipe. Sem um mapa de procedimentos completo, é muito fácil deixar passar oportunidades de cortes de custo.

Com o mapa em mãos, é preciso detalhar os custos envolvidos em cada um desses processos. Enquanto isso, já vale a pena estudar a possibilidade de alterar a frequência ou o funcionamento de alguns deles. Mudanças simples ao se reavaliar um roteiro de limpeza, por exemplo, podem impactar nos custos operacionais.

2. Reavalie parcerias

Sabendo quais são os processos, também é possível avaliar se os parceiros escolhidos estão fornecendo produtos e serviços de qualidade, bem como se os preços praticados estão de acordo com o mercado.

Talvez você consiga encontrar uma empresa de portaria remota que faça um serviço suficiente para cuidar da segurança do seu prédio, por exemplo!

3. Invista em tecnologia

Muita economia se faz possível por meio da automação de determinados processos. É o caso, por exemplo, das economias com contas de água e luz. O problema de luzes acesas ou torneiras abertas sem necessidade é resolvido quando os equipamentos comuns são substituídos por eletrônicos.

Softwares especializados também podem aumentar a eficiência da sua gestão, ajudando você a tomar conta de diversos processos com mais facilidade e organização.

4. Considere a terceirização de serviços

Custos administrativos e operacionais também são reduzidos quando economizamos tempo ou delegamos tarefas para parceiros. Com o auxílio de uma terceirizadora, você não precisará se preocupar com a contratação de determinados funcionários, economizando o tempo da coleta de currículos, das entrevistas e das muitas burocracias do processo de admissão de novos colaboradores.

Sejam quais forem os passos que você decidir seguir, o mais importante é se lembrar que a busca pela redução de custos administrativos é uma espécie de investigação, que tem como objetivo identificar desperdícios e possibilidades de otimizar processos. Por isso, é muito importante observá-los bem de perto, aumentando as chances de encontrar oportunidades de economia.

Quer aprender mais sobre esse assunto? Então continue conosco e aproveite para ler mais sobre a redução de custos nas empresas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

topo